12 - CORPOS BIOENERGÉTICOS
O ser humano é formado basicamente de 7 corpos, sendo apenas um deles, o corpo físico, conhecido e aceito pela maioria das pessoas e pela ciência convencional.

Os outros 6 corpos são desconhecidos pois não são constituídos de matéria densa perceptível aos sentidos normais das pessoas. São corpos formados de um tipo de matéria eterizada, fluídos e energias, que fogem aos órgãos de percepção normais dos seres humanos (visão, paladar, tato, olfato e audição).

Muitos pesquisadores diferem em suas opiniões a respeito do número de corpos, alguns falam em 9 corpos, outros 8, outros 7, outros 14 corpos e outros falam até em uma variação ainda maior. Isso porque alguns desconsideram o corpo físico como parte integrante do homem verdadeiro. Entendem que o corpo físico não é o Homem em si, que o Homem verdadeiro é apenas o Princípio Inteligente, ou seja, espírito e os corpos que o formam. Outros não classificam o espírito como sendo um corpo especificamente e sim como fonte de inteligência que interage através dos corpos energéticos e físico.

Há ainda pesquisadores que consideram os chakras, como sendo também corpos etéricos. Enfim, são apenas formas diferentes de estudarem e analisarem o mesmo principio. O importante é que no ponto principal todos chegaram aos mesmos resultados, ou seja, o corpo físico é apenas um dentre muitos outros que formam o ser humano.

Os seis corpos sutis são representados por seis corpos de energias e fluidos, que têm seus centros em pontos distribuídos ao longo do eixo central de nosso corpo e são conhecidos como chakras, ou, centros de forças; e um outro corpo, corpo espiritual, que é o principio inteligente do ser humano, é formado por uma matéria ainda mais quintessenciada que a dos demais corpos.

Todos esses corpos são independentes e cumprem funções distintas, mas interligados e com uma relação tão direta entre si que os tornam um corpo único, um ser indivisível.

Cada um dos 7 corpos energéticos e fluídicos, possuem pontos de entrada ou captação de energias, pontos de saída ou exclusão de energias, e ainda, canais de circulação dessas energias. Da mesma forma que o primeiro corpo (corpo físico) tem ponto de entrada de alimentos, boca; ponto de saída desses alimentos, sistema excretor, e canais de circulação e processamento desses alimentos, que são os órgãos de digestão e intestinos, e ainda, o sistema circulatório.

O corpo espiritual, não tendo forma definida constitui-se de uma energia muito refinada, de uma vibração de intensidade não conhecida nem percebida no campo das três dimensões que vivemos. Por esse motivo não é considerado por alguns pesquisadores como um corpo propriamente dito. Em nosso trabalho não só o consideramos como um corpo, como o colocamos na qualidade de o mais importante, por entendermos que sendo ele o Princípio Inteligente, que coordena e comanda todas as ações e vibrações dos demais é também, o que já existia antes do corpo físico atual e existirá após a extinção deste.

A doutrina kardecista considera apenas três corpos: o corpo físico, o perispírito e o astral. A apometria apresenta mais quatro corpos espirituais : Búdico, Mental Superior, Mental Inferior , Duplo Etérico e Átma.

A técnica descoberta por Dr. Lacerda, consiste em desdobrar os corpos, identificando a raiz do problema.
Nesta lei geral se baseia a Apometria. No campo dos fenômenos anímicos a técnica de sua aplicação representa uma verdadeira descoberta. Ela possibilita explorar e investigar o plano astral, com bastante facilidade.

São ferramentas de ação do espírito que lhe dá condição de operar e se manifestar nas mais variadas faixas vibratórias de que é constituído cada orbe onde habita e faz sua evolução.

corpos2

CONCEITO HOMEM-ESPÍRITO

A grande maioria das religiões orientais têm ensinado uma constituição mais complexa do Homem – Espírito:

São sete componentes interpenetrados, os mais diáfanos ocupando a mesma porção espacial dos mais densos, perfeitamente definidos mas vibrando em dimensões espaciais diferentes – onde as propriedades, funções e manifestações são distintas ou seja, cada corpo tem denominação e características distintas, funções específicas e manifestação limitada ao campo ou dimensão a que está adstrito, pois cada um destes corpos vibra em universo dimensional distinto.

Antiquíssima essa concepção teve berço na Índia, nos sábios que erigiram a Filosofia Vedanta. Os antigos Egípcios, nos mistérios de Tebas ou de Mênfis, também a ensinavam. Em Centros Iniciáticos Greco Romanos o Setenário era fundamento esotérico de cultos mediúnicos. Teosofistas, Rosacruzes, Antroposofistas, Esoteristas e todas as correntes neo-espiritualistas o adotaram também, considerando-o a verdadeira composição estrutural do ser humano.

Estudando-o os antigos magos empregaram conhecimentos na obtenção de resultados práticos: tratamento de enfermos, investigações psíquicas e manipulação de forças da Natureza.

O ternário (Físico, Perispírito e Espírito ou Corpo, alma e Espírito) é mais fácil de ser entendido, mas não explica a maioria dos fenômenos psíquicos do mediunismo. O Setenário, conquanto mais complexo permite compreender fenômenos psíquicos com mais nitidez. Além disso, abre variados campos de investigação.

A pesquisa das causas de curas consideradas “milagrosas” ou “impossíveis”.

O conhecimento de fatos ocorridos em vidas anteriores e das reminiscências gravadas na consciência atual.

O apagamento de lembranças incômodas de fatos desarmônicos de vidas anteriores.

corpo-fisicoCorpo Físico

Instrumento de suporte passivo, recebendo a ação dos elementos anímico-espirituais, constituído de compostos químicos originários do próprio planeta. Propriedade: Oportunizar ao Espírito sua manifestação no campo físico. Condução da vida encarnada.

duplo-etericoCorpo Etérico

Estrutura tênue, invisível, de natureza eletromagnética densa, mas de comprimento de onda inferior ao da luz ultravioleta, quase imaterial, elo conectivo entre o homem interior e o exterior, receptáculo da energia vital ou prana recebida do sol; -sede dos chacras-. Propriedade: Estabelecer a saúde automaticamente, sem interferência da consciência.

corpo-astralCorpo Astral ou Emocional: (Psicossoma)

Veículo das emoções, dos desejos, das paixões; -ponte entre o Corpo Etérico e o Corpo Mental-. Formado por matéria astral: quanto menos evoluído o indivíduo, tanto maior é a predominância de matéria mais grosseira, pertencente aos sub-planos astrais inferiores. Separado do corpo físico, assume a forma e o aspecto deste, porém o funcionamento dos aparelhos sensoriais é totalmente diferente. Propriedade: Sensibilidade, dor ou prazer, registro das emoções sob vontade, desejos, vícios, sentimentos, paixões, etc.

mental-inferiorCorpo Mental Inferior (Concreto e mortal):

Alma inteligente, mentalidade, associação de idéias, sua aura ovalada envolve todo o corpo, é o corpo que engloba as percepções simples, através dos cinco sentidos comuns, avaliando o mundo através do peso, cheiro, cor, tamanho, gosto, som,etc. Formado por matéria dos quatro sub-planos mentais inferiores, sua constituição e forma são tanto mais elevada, quanto mais evoluído o individuo é. Funciona em estreita conexão com o corpo astral, sendo chamado também de Kama-Manas (astral-mental) a estes dois corpos estreitamente reunidos durante a vida física. Propriedade: Primeiro grande bando de dados, onde a mente física busca as informações que precisa, raciocínio seletivo.

mental-superiorCorpo Mental Superior (Causal e imortal):

Veículo dos pensamentos abstratos, dos altos ideais e o receptáculo da memória das vidas passadas. No Corpo Causal subsiste a recordação das vidas passadas e ficam, em germe, as qualidades e defeitos adquiridos durante a vida física. Desenvolve-se a medida que o homem evolui, sendo permanente, indestrutível enquanto dura a evolução humana (os corpos precedentes a esse são mortais). Formado pela matéria dos 3 sub-planos superiores do Plano Mental. Enquanto o corpo mental inferior é o corpo da dedução, da lógica, do raciocínio, dos pensamentos concretos, o Corpo Causal é o da razão pura e dos pensamentos abstratos.

corpo-budhiCorpo Búdico

Veiculo da intuição espiritual – Sede das três almas: Moral, Intuitiva e Consciencial. Formado pela matéria do plano Búdico. Veículo da intuição divina, da não separatividade e da fraternidade universal. O princípio Búdico não está ainda individualizado em corpo, no homem comum.

corpo-espiritoCorpo Átmico

Veículo da vontade espiritual; – Deus interno, o real ser. Acima do conjunto homem Setenário, está a Mônada ou Centelha Divina.

http://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2015/07/12-CORPOS-BIOENERGÉTICOS.jpghttp://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2015/07/12-CORPOS-BIOENERGÉTICOS-300x300.jpgalvorecerApometriabioenergeticos,Corpos,duplo,fisico,mental
O ser humano é formado basicamente de 7 corpos, sendo apenas um deles, o corpo físico, conhecido e aceito pela maioria das pessoas e pela ciência convencional. Os outros 6 corpos são desconhecidos pois não são constituídos de matéria densa perceptível aos sentidos normais das pessoas. São corpos formados de um tipo...