embrião

Os embriões congelados têm espíritos ligados a eles?
Qual o instante da união entre a alma e o corpo?
Primeiramente, vejamos o que disseram os Espíritos Instrutores, no século XIX, quanto ao momento em que a alma se une ao corpo:

“A união começa na concepção (…)” (Q. 344 de O Livro dos Espíritos) A mesma informação é dada pelo médico desencarnado André Luiz, em 945, no livro Missionários da Luz (cap. 13): depois que o espermatozóide de Adelino e o óvulo de Raquel, uniram-se, formando o zigoto, Alexandre, o Instrutor Espiritual, “ajustou a forma reduzida de Segismundo (o reencarnante), que se interpenetrava com o organismo perispirítico de Raquel (a mãe), sobre aquele microscópico globo de luz, impregnado de vida, e observei que essa vida latente começou a movimentar-se”. Na concepção, portanto, temos o início da nova existência.

Como as Leis Divinas são universais, é natural que a reencarnação obedeça a princípios automáticos, tendo em vista, sobretudo, que esse processo se repete há bilhões de anos. Assim, quer se trate de concepção normal ou obtida através de reprodução assistida, a união da alma dá-se no zigoto, ainda que seja intensa a manipulação laboratorial.

O Instrutor Clarêncio (Entre a Terra e o Céu) deixa claro que “toda agregação de matéria obedece a impulsos do espírito”, sem o reencarnante, portanto, não há vida organizada, formação fetal válida.

Vejamos mais um trecho da questão 344, citada acima: “Desde o instante da concepção, o Espírito designado para habitar certo corpo a este se liga por um laço fluídico, que cada vez mais se vai apertando até ao instante em que a criança vê a luz”.

Em A Gênese (cap XI), Allan Kardec retoma esta explicação e enfatiza: “Quando o Espírito tem de encarnar num corpo humano em vias de formação, um laço fluídico, que mais não é do que uma expansão do seu perispírito, o liga ao germe que o atrai por uma força irresistível, desde o momento da concepção”. Esta força irresistível é explicada por Clarêncio, no livro Entre a Terra e o Céu: “Na reencarnação, basta o magnetismo dos pais, aliado ao forte desejo daquele que regressa ao campo das formas físicas”.

Aprendemos, assim, que a questão do renascimento está ligada à “sintonia magnética” e esta não depende das leis físicas clássicas, expressas nas leis de Newton, mas está relacionada à comunicação não local, proposta pelo Teorema de Bell e que foi comprovada, experimentalmente, por Alain Aspect e equipe. Vamos unir a esta, outras informações de O Livro dos Espíritos: nas questões 355 e 356, os Instrutores dizem que nem todos os embriões têm espíritos ligados a eles.

Fica fácil, portanto, concluir que, dependendo da sintonia magnética entre encarnados e desencarnados, os embriões congelados podem ou não ter laços perispiríticos (fluídicos) ligados a eles. Isto não significa, de forma alguma, que o Espírito vai ficar “congelado” ou perder a liberdade de movimentos, pois trata-se de união, através de tênue laço fluídico, uma promessa, uma atração.

Espírito reencarnante une-se magneticamente ao óvulo e ao espermatozóide, por questão de afinidade espiritual, não importa se esses gametas estão no laboratório ou nos lares, nas profundezas dos oceanos ou na atmosfera, a quilômetros de distância da crosta, quando está em jogo esse tipo de sintonia.

img_embrioes_a_mComo saber, então, se há ou não ligação? Ainda não temos tecnologia para isso. Cremos que as experiências científicas do dr. Harold de Saxton-Bürr (“Life Fields”), na Inglaterra, e as do dr. Hernani Guimarães Andrade (Campo Biomagnético), no Brasil, poderiam ser aplicadas nesses casos, o que muito contribuiria para o mais amplo sucesso das Clínicas de Reprodução Assistida. Como fica a eliminação dos embriões? E a manipulação deles, especialmente a das células-tronco? Com a palavra os médicos.

Dra. Marlene Nobre Fonte: Site os Samaritanos – www.samaritanos.com.br

http://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2014/05/06-Embriões.jpghttp://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2014/05/06-Embriões-300x300.jpgalvorecerCienciaHistóriaPsicologiaAlma,Corpo,embriões,Espírita
Os embriões congelados têm espíritos ligados a eles? Qual o instante da união entre a alma e o corpo? Primeiramente, vejamos o que disseram os Espíritos Instrutores, no século XIX, quanto ao momento em que a alma se une ao corpo: “A união começa na concepção (…)” (Q. 344 de O Livro...