os chakras
Nós possuímos mais de 88 mil chákras, sendo sete os comumente mais conhecidos. Os chákras são como uma círculo com um núcleo central onde as energias de diferentes campos circulam de maneira centrífuga e pulsam de maneira rítmica, de modo que, em seu conjunto, se parecem com uma flor cujas pétalas estão em harmonia constante. Estes centros geradores de energia distribuem energia vital para os nossos corpos sutis e físico.

Os chákras traduzem os efeitos dos campos vibratórios, astrais, mentais, causais, como manifestações biológicas de nosso sistema endócrino. Atua diretamente sobre os órgãos físicos e com impulsos eletromagnéticos sobre as glândulas, fazendo com que estas distribuam hormônios para a manutenção fisiológica do corpo físico.

Os chákras fazem com que as energias sutis interpenetrem na matriz celular de forma correta, por serem transformadores e controladores energéticos responsáveis pela vitalidade do corpo físico em toda a sua complexidade.

A fisiologia do corpo é controlada pelas glândulas endócrinas do nível celular até o sistema nervoso central. Com o funcionamento correto, as glândulas contribuem para restabelecer o equilíbrio e a harmonia de determinado sistema fisiológico. Inversamente, se um chákras funciona mal, isso pode criar uma disfunção glandular e a ausência de certos hormônios contribuir para patologias físicas e ou emocionais.

A falha na distribuição energética pode também criar uma fraqueza na zona do corpo correspondente ao chákras, vindo a bloquear a circulação de energia e fazendo com que a disfunção crie um estado de dor, doença e acidentes, por estar a pessoa com o seu campo vibratório baixo.

Cada chákras está associado a uma freqüência vibratória específica, ou seja, as cores dos chakras; cada cor é uma vibração e está ligada à consciência do chákras a que corresponde. Abrimos as consciências dos chakras à medida que vamos evoluindo através das experiências de vida, que servem para ampliar os nossos conhecimentos e aumentar com isso o nossa campo vibratório ou aura.

Os chákras maiores são centros de energia com cerca de 7,5 a 10cm de diâmetro. Os chákras menores como, por exemplo, os das mãos e dos pés medem cerca de 2,5 a 5cm de diâmetro. O corpo físico é dividido ao meio, formando dois pólos de energias: Do lado direito, o positivo masculino-YANG e do lado esquerdo, o negativo feminino-YIN.

Os chákras mais conhecidos são:
Chákras Básico, chákras Umbilical, chákras Esplênico, chákras Cardíaco, chákras Laríngeo, chákras Frontal e chákras Coronário.

Veja detalhes de cada chákra na lista abaixo:

 

Chakra Básico (Muladhara)

chakra basico

Significado do Nome: Estrutura base ou Fecundação.

Localização: Localizado nos órgãos genitais e na pélvis, relacionado com as gônadas (glândulas sexuais), governa o sistema reprodutor. Este chákras anima a substância do corpo físico, o poder e o instinto de sobrevivência. É a ligação com a terra. Concentra as energias da Kundaliní, que uma vez despertadas progridem coluna acima, seguindo um padrão geométrico similar ao padrão apresentado na dupla hélice das moléculas de DNA que contém o código da vida.

Aspectos a serem compreendidos:
Sobrevivência, alimento, conhecimento, auto-realização, valores (segurança financeira), sexo (procriação), longevidade e prazer.

Influências:
Desequilíbrio no Físico: Anemias, resfriados, sexualidade reprimida ou excessiva, frigidez, impotência, insuficiência renal, fadiga, dores nas articulações, dores lombares e nas pernas, alteração na pressão, alta ou baixa, problemas de coluna, osteoporose, falta de energia, prisão de ventre, diarréia, colite, apendicite, entre outras.

Emocional equilibrado: Impulso para agir, consciência instintiva básica, força, agressividade controlada, coragem, afeição, criatividade, generosidade, capacidade de sentir prazer, pessoa sensata, segura e estável, habilidade em prover o necessário para vida e capacidade de cuidar de si.

Emocional desequilibrado: Egocentrismo, agressividade, preocupação, inexatidão, indolência, extravagância, não permite o prazer, pessoa sem vida, desanimada, confusão de interesses, insatisfação, medo, timidez, insegurança, histeria, paixões fortes, aspereza, dificuldade em lidar com finanças, medo de arriscar-se, apego material, tabus sexuais.

Forma geométrica: Quadrado, possuindo grande relação ao conhecimento ligado à terra, às quatro dimensões e às quatro direções.

Cor: Vermelho em brasa para tonificar. É a cor mais quente e densa. Aquece e estimula a circulação. Estimula o fluido da medula espinhal e o sistema nervoso simpático; energiza o fígado, estimulando os nervos e músculos. Vitaliza e organiza o corpo físico.
Violeta, azul ou rosa para sedar este chakra.

Alimentos estimulantes: Agrião, berinjela, beterraba, tomate, morango.

Gemas: Rubi, jaspe-vermelho, coralina vermelha, rubelita, granada vermelha, ágata vermelha.

Mantra: Lam

Elemento: Terra – o mais denso dos elementos, pois é uma mistura dos 4 elementos: água, fogo, ar e éter.

Fase da vida: Desde a união do espermatozóide com o óvulo, até 7 ou 8 anos.

Funções: Um indivíduo dominado pelo chakra Básico geralmente dorme de dez a doze horas por noite, sobre o estômago. Este chakra Básico incluí os planos da origem, ilusão, ira, avidez, desilusão, avareza e sensualidade. Estes aspectos do primeiro chákra são inerentes à existência humana. O desejo de mais experiência e mais informação age como força motivadora, um ímpeto básico para o desenvolvimento individual.
O chakra Básico é o local da Kundaliní enroscada, da Shakti vital, ou força energética. A serpente Kundaliní está enroscada em torno do Lingam Svayambhu.
É o chakra onde nasce e reside a energia kundaliní que se movimenta em espiral, pelas nadis, rios internos conhecidos por Ida e Píngala que distribuem por todo o corpo energia e o impulso de vida. É também o centro erótico do Ser.
Nadi Ida:
Canal esquerdo transportador das correntes lunares, natureza feminina visual e emocional, produção de vida, energia materna, respiração esquerda que proporciona estabilidade para a vida. A narina esquerda é aberta durante o dia, equilibra a energia solar criando um equilíbrio para si, tornando-nos mais relaxados e mais alertas mentalmente.
Nadi Píngala:
Canal direito transporta correntes solares, natureza masculina, depósito de energia destrutiva, também purificador, a narina do lado direito é de natureza elétrica masculina, verbal e racional. Torna o corpo físico mais dinâmico, (eficiente e ativo durante horas noturnas, aumentando a saúde). Quando um casal tem um orgasmo sexual, sem repressão e com consciência; em algumas vezes, elevam a kundaliní, nutrindo todos os chákras através de Ida e Píngala.

 

Chákra Umbilical (Manipura Chákra)

chakra umbilical

Significado do Nome: Cidade das Gemas ou Cidade das pedras preciosas.

Localização: Localizado um pouco acima do umbigo. Rege o pâncreas. A área de influência deste chákra é o sistema digestivo: estômago, fígado e a vesícula biliar, além do sistema nervoso.

Aspetos a serem compreendidos: Escolhas do que você quer. Individualidade e poder pessoal (como você se vê), sua identidade no mundo.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Má digestão, diabetes, toxinas, úlceras e hérnias, gastrites e problemas de assimilação dos alimentos. Hipocondria, câncer no intestino e anorexia ou bulimia.

Emocional Equilibrado: Impulso para vivenciar as emoções, colocar-se expressando suas próprias qualidades, vontade de liderar, amor a vida, aptidão para experimentá-lo com plenitude, propósitos definidos de ações, intuição, ternura e boa vontade. Auto-estima, confiança e alegria.

Emocional Desequilibrado: Ansiedade, egoísmo, vaidade, ciúme, preconceitos, ira, timidez, intransigências, abuso de poder, impaciência, preocupação. Não sabe dizer não. Desconfiança, arrogância e baixa auto-estima.

Forma Geométrica: Triângulo invertido, sugerindo o movimento descendente da energia.

Cor: Amarelo dourado para tonificar.

Alimentos estimulantes: Manteiga, gema do ovo, cenoura, batata doce, abóbora, banana, abacaxi, melão, pêssego, limão.

Gemas: Citrino, topázio, coralina amarela.

Mantra: Ram (lê-se o “R” com em vidro) – o principal ponto de concentração durante a produção deste som é o umbigo. Traz longevidade.

Elemento: Fogo auxilia a digestão e a absorção do alimento fornecendo a energia vital.

 

Chákra Esplênico (Swadhisthana)

chacra esplenico

Significado do Nome: Lugar-Morada do Ser ou o “Fundamento de si próprio”.

Localização: Localizado na lombar e abaixo do umbigo, está relacionado com as glândulas supra-renais, regendo a coluna vertebral e os rins. Rege os rins, sistema reprodutor, circulatório e bexiga. As energias como a paixão, sensualidade e a criatividade são manifestadas através deste chákra.

Aspectos a serem compreendidos: Poder de seduzir, criatividade e relacionamento.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Desarmonia dos rins, fígado, pâncreas, vesícula e bexiga. Alergias alimentares, problemas menstruais, distúrbios gástricos e intestinais, perda da vitalidade, dores lombares, no sacro e cóccix.

Emocional Equilibrado: União sexual prazerosa, alegria instintiva, capacidade de planejamento, coragem de viver, paixão, habilidade em relacionar-se, jogo de cintura, flexibilidade, auto-aceitação e paixão pela vida.

Emocional Desequilibrado: Medo, incapacidade de construir, distração, raiva, ódio, inveja, insegurança, falta de paixão, tristeza, manipulação e apego, dependência emocional, vícios e auto-destruição.

Forma Geométrica: Círculo. Representa a forma crescente da lua.

Cor: Laranja – tonifica; é uma cor acolhedora e estimula a alegria. É uma cor social que traz otimismo, expansividade e equilíbrio emocional. Traz confiança e automotivação. Azul ou verde para sedar.

Alimentos estimulantes: Abóbora, cenoura, milho, laranja, manga, caqui.

Gemas: Quartzo laranja, calcita laranja, topázio, coralina laranja.

Mantra: Vam.

Elemento: Água – forma circular – três quartos da Terra são cobertos de água, (planeta água) três quartos do peso de uma pessoa são de água – a essência da vida. Os sons da água ampliam a vibração desse chákra.

Fase da vida: de 8 à 14 anos.

Funções: Energia de criatividade e impulso emocional; é o centro da procriação, manifesta-se sexualmente, mas sob o aspecto de sensação e prazer; fantasias e desejos sexuais. É representado por uma lua crescente. Neste chákra inicia-se a expansão da personalidade. Centro da purificação.

 

Chakra Cardíaco (Anahata)

chacra cardiaco

Significado do Nome: “Intocado” ou “O Som não produzido” (batidas do coração).

Localização: Situa-se na região do tórax e está conectado com a glândula timo, responsável pelo funcionamento do sistema imunológico. É o chákra do coração, centro energético do amor. A elevação das energias do chákra do plexo solar até o coração acontece em indivíduos que estão desenvolvendo a capacidade de pensar e atuar em termos de coletividade. As doenças do coração, sistema circulatório e sangue podem ser tratadas através deste chákra.

Aspectos a ser Compreendidos: amor incondicional, compaixão, perdão, verdade e gratidão.

Influências:

Desequilíbrio no Físico: Doenças cardíacas, distúrbios de pressão, problemas pulmonares e bronquites. Sistema imunológico ineficiente e dor de cabeça.

Emocional Equilibrado: Amor próprio e pela humanidade, verdadeira compreensão da compaixão e benevolência, aceitação, bondade, disponibilidade para o perdão, ajuda ao próximo, sabedoria, conscientização do outro, assentamento na estrutura terrena, dá consistência e vitalidade as aspirações amorosas, pacificação, fé na vida e nas pessoas.

Emocional Desequilibrado: Depressão, angústia, desprezo, raiva e medo, apego, incapacidade de amar e se emocionar. Coração fechado, apego e depressão.

Forma Geométrica: Hexagrama – dois triângulos sobrepostos, um voltado para cima, simboliza Shiva, o princípio masculino. O outro triângulo, voltado para baixo, simboliza Shakti, o princípio feminino. Atinge-se o equilíbrio quando estas duas forças estão unidas em harmonia.

Cor: Rosa – amor incondicional / verde é dilatador de veias, artérias e músculos, usado para pressão alta, cateterismo. É relaxante do sistema nervoso, principalmente simpático e muscular, auxiliando nos casos de esgotamento, irritação e insônia; regula a pressão arterial, o sistema circulatório e estimula a glândula pituitária, normalizando a função das demais glândulas. Auxilia nos casos de febre, quando não se sabe a causa da infecção. Cria espaço no coração como o frescor da primavera, fazendo sentir-se renovado. Violeta e magenta (falta de energia) para tonificar.

Alimentos estimulantes: Frutas e verduras verdes (abacate, kiwi, maçã verde, uva, agrião, alface, escarola, brócolis).

Gema: Quartzo rosa, pirita, esmeralda.

Mantra: Yam – a concentração deverá estar centralizada no coração, desfazendo qualquer bloqueio na região cardíaca, proporcionando controle sobre a respiração.

Elemento: Ar – Auxilia o funcionamento dos pulmões e do coração. A estrela de seis pontas simboliza o elemento ar.

Fases da vida: 21 a 28 anos.

Funções: Intermedia os chákras superiores e inferiores; impulso de se abraçar a sua Verdade, ao Amor; reequilíbrio; altruísmo; compaixão. Este chákra se expande em todas as direções e dimensões, como uma estrela de seis pontas.

 

Chákra Laríngeo (Vishuddha)

chacra laringeo

Significado do Nome: Puro ou “Centro da Pureza”.

Localização: Localizado sobre a garganta, se comunica com a glândula tireóide. Está ligado à inspiração, a comunicação e a expressão com o mundo.

Aspectos a serem Compreendidos: Comunicação interna e externa – esclarecimento que conduz ao estado de consciência.

Influências:
Desequilíbrio no Físico: Laringite, faringite, problemas de tiróide e paratireóide, doenças mentais, distúrbios da fala, gagueira e surdez.

Emocional Equilibrado: Sensibilidade, criatividade artística, dom da palavra e do conhecimento, claraudiência, intelecto claro, independência, idealização, senso de planejamento, força de vontade, capacidade de tomar decisões.

Emocional Desequilibrado: Fobias, covardia, falta de criatividade, mentalidade e expressão tacanha, rude e pobreza de espírito, criticismo, preconceitos, atitudes extremamente racionais, pessoa que reclama o tempo todo, agressividade verbal e apego a crenças limitantes.

Forma Geométrica: Lua crescente.

Cor: Azul – atua como tranqüilizante na aura. É calmante do sistema nervoso, e equilibrador nos casos de obsessão. Traz quietude e paz mental, estimula a busca da verdade interna, a inspiração, criatividade, a fé e está associada à paciência e serenidade. Turquesa estimula a comunicação em público. Para tonificar, laranja e violeta.

Alimentos estimulantes: Ameixa preta, uva passa, amoras, peixes, aspargos, batatas.

Gemas: Safira azul, lápis azul, sodalita, azulita, ágata marinha, turquesa e calcita azul.

Mantra: Ham (lê-se o “H” como em help) – representa o som do corpo. Este som puro afeta o ouvinte, alterando os espaços de sua mente e de seu ser. Expansão do conhecimento nos dá Akasha, união de todos os elementos: terra, água, fogo e ar, estando bem refinados em sua mais pura essência.

Elemento: Ar, mas num sentido mais sutil, associado ao som (Mantram).

Fases da vida: 28 a 35 anos.

Funções: Auto conhecimento; felicidade; capacidade humana de planejamento. Segundo o Satchakra Virupana, “quem alcança o conhecimento mediante a concentração constante da consciência neste loto, converte-se num grande sábio e encontra a paz. O indivíduo se eleva e se purifica de todos os carmas; morre-se para o passado e nasce-se novamente para a realização da unidade”.

 

Chákra Frontal (Ajña)

chacra frontal

Significado do Nome: Autoridade, poder, comando intuitivo.

Localização: Localizado entre as sobrancelhas, se relaciona com a glândula pituitária.

Aspectos a serem Compreendidos: Intuição (fenômenos paranormais) e a consciência. Capacidade de se observar sem julgamento. Influências: Desequilíbrio no Físico: Renites, problemas de ouvido, de olhos, surdez, tontura, enxaqueca. Cansaço e confusão mental.

Emocional Equilibrado: Percepção em relação ao universo que o cerca, entendimento do próprio caminho, percepção, intuição, fé e devoção, carisma, magnetismo, força, sabedoria, capacidade de concentrar-se e foco no objetivo.

Emocional Desequilibrado: Desconcentração, dogmatismo, vê a vida com limitação, arrogância, medo, perda da fé e sedução, delírios, egoísmo, obsessão, teimosia e apego a crenças impostas pela sociedade.

Forma Geométrica: Círculo (bindo).

Cor: Dourado para concentração falta de memória. Violeta é tranqüilizante e calmante. Clareia e limpa a corrente psíquica do corpo e mente, afastando problemas de obsessão mental e psicose.

Alimentos que estimulam o chakra: Berinjela, beterraba, ameixa preta.

Gemas: Cristais brancos, ametista, sodalita e lápis lazuli.

Mantra: OM.

Elemento: Presença de todos os cinco elementos, com três gunas que são manas (mente), buddhi (intelecto), Ahankara e chitta (o ato de ser – o ser).

Fases da vida: 35 a 42 anos.

Funções: Austeridade; intuição; vidência; serenidade; pureza.

É o chakra sede das Faculdades do Conhecimento: Buddhi: (conhecimento intuicional), Ahankara (eu), Indriyas (sentidos) e Manas (a mente). É representado por um triângulo branco simbolizando a yoni e no meio um lingam (órgão masculino). No centro do chakra está o yantra do som (símbolo) OM, o melhor objeto de meditação.

Meditando nesse centro o praticante “vê a luz”; como uma chama incandescente. Fulgurante como o Sol matutino claramente brilhante, reluz entre o “céu e a terra”- Satchakra Nirupana.

 

Chákra Coronário (Sahasrara)

chakra coronario

Significado do Nome: Chakra das Mil Pétalas

Localização: Localizado no topo da cabeça. E o portal da espiritualidade, do reconhecimento de Deus/Deusa em nós e no outro.

Aspectos a serem Compreendidos: Iluminação.

Forma Geométrica: Círculo como a lua cheia.

Mantra: Sham.

Cor: Magenta e arco-íris.

Gemas: Ametista, quartzo branco, pirita.

Elemento: Todos os elementos, inclusive o éter, em suas forças mais sutis.

Funções: Iluminação; espiritualidade plena; transcendência; manifestação do Divino. Segundo o “Satchakra Nirupana”: “O Lótus das mil pétalas é a mais brilhante e mais branca que a lua cheia, tem a sua cabeça apontada para baixo. Ele encanta. Seus filamentos estão coloridos pelas nuanças do sol jovem. Seu corpo é luminoso, é aqui o objetivo final de Kundalini após ativar os outros chakras.
O que atinge a consciência do sétimo chakra realiza os planos da irradiação (torna-se iluminado como o sol), das vibrações primordiais, da supremacia sobre o prana, do intelecto positivo, da felicidade, da indolência”.Prática dos mantram dos chakras:

Prática básica: sente-se com a coluna ereta, as pernas cruzadas e as mãos pousadas suavemente sobre os joelhos em jnãnã mudrá, unindo os dedos indicadores e polegares com a palma para cima se for dia e com as palmas para baixo se for de noite.
Entoe ou mentalize: Lam, Vam, Ram, Yam, Ham, Om, Sham. nessa, ordem várias vezes.

Prática intermediária: Om Lam, Om Vam, Om Ram, Om Yam, Om Sham. com a mesma postura acima entoe ou mentalize.

http://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2015/10/os-chakras.jpghttp://www.apometriaalvorecer.org.br/wp-content/uploads/2015/10/os-chakras-300x300.jpgalvorecerApometriachackras
Nós possuímos mais de 88 mil chákras, sendo sete os comumente mais conhecidos. Os chákras são como uma círculo com um núcleo central onde as energias de diferentes campos circulam de maneira centrífuga e pulsam de maneira rítmica, de modo que, em seu conjunto, se parecem com uma flor...