O SACERDOTE

Nada de gritos, de violências. Sorria. Era um sacerdote, dizia-se muito importante, pois em sua organização o trabalho era bem distribuído. Aliás, informou, pertencia a outro setor de atividade, mas havia sido convidado — e gentilmente acedeu, por certo — para dar “parecer” sobre o caso de que estávamos cuidando, de um complicado problema de …

O SACERDOTE Read More »